Traduzir Jaroslav Seifert

Traduzir Seifert (e outros) na Oficina de Traduções Ibero-Eslavas na FLUL

Quarta-feira 9/5/2012, Sala 2.13, 18h00

Com a participação dos tradutores e professores de línguas eslavas da FLUL: Anna Almeida com Tiago Patrício, Mateja Rozman com Américo Meira e Zlatka Timenova. O processo de tradução ao vivo será acompanhado com uma apresentação em Power Point.

VI Semana de Intercâmbio Cultural Ibero-Eslavo, que integra a 6ª Conferência Internacional da Série Cultura Ibero-Eslavas em Contacto e Comparação (8 e 9 de Maio de 2012)este ano sob o tema Diálogos através da Tradução.

Seifert: Poema Introdutório (Oficina de Traduções Ibero-Eslavas, FLUL, 09-05-2012)

Josef a Karel Čapek: Comédia de Insectos

Comédia de Insectos (Ze života hmyzu)

A partir do texto de Josef e Karel Capek’s; Júlio Martín Fonseca e Manuel Vieira, tradução;

Júlio Martín Fonseca, encenação;

Adelino Gonçalves, Ana Cristina, Ana Nunes, Ana Tang, André Borges, Catarina Severino, Débora Carvalho, Diogo Consciência, Emília Urwintea, Francisco Branco, Joana Gonçalves, Joana Lérias, Joana Santareno, João Nabais, João Pires, Luís Oliveira, Maria Freitas, Margarida Cardoso, Nuno Augusto, Paula Bettencourt Araújo, Renato Morais, Sofia Scheltinga e Susana Pereira, interpretação.

Teatro da Trindade, 30 Novembro 2011, às 21h00

Karel e Josef Capek escreveram a “Comédia de Insectos”, também conhecida como “O Mundo em que vivemos”, e publicaram-na originalmente em Checo em 1921. A peça foi representada pela primeira vez no Teatro Nacional de Brno (Checoslováquia), em 1922, e também, no mesmo ano, na América, tendo-se mantido, até hoje, inédita em Portugal.
A “Comédia de Insectos”, através da combinação de várias formas artísticas, como a fábula, a revista e a sátira, apresenta-nos uma profunda reflexão sobre a intemporal condição humana. A maior parte das personagens são insectos antropomorfizados ou humanos insectomorfizados, que espelham as nossas mais íntimas pulsões de vida e de morte. Visão sensível e acurada da sociedade e do mundo em que vivemos, os irmãos Capek oferecemnos, com esta obra, a possibilidade de estarmos conscientemente presentes e acompanharmos luminosamente o ciclo da existência e tudo o que dela imana e transcende.
Este espectáculo de entrada livre conta com o apoio da Universidade Técnica de Lisboa e da Fundação Calouste Gulbenkian.

Aula aberta com Jorge Listopad


Aula Aberta

«O Valente Soldado Chveik» de Jaroslav Hašek

Com Jorge Listopad

Quarta-feira, 23 de Fevereiro, 2011, às 15h00

Sala 2.18 da FLUL

Pěvecký sbor Slava

 

Gostas de cantar? Vem cantar no Coro Slava!